LEVÍTICO

Levítico 18:22 e 20:13

“Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é.”

“Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles.”

Os preceitos determinados no Pentateuco (5 primeiros livros da Bíblia) tinham como principal objetivo impedir que os hebreus se envolvessem em práticas rituais dos povos vizinhos. O povo de Israel estava no meio do deserto e se desviava constantemente dos propósitos de Deus, por se envolver com os costumes de outros povos – práticas de idolatria, prostituição cultual e sacrifícios sexuais a outros deuses que sempre envolviam o sexo “contra a natureza.”

A partir de uma análise histórica daquela região na Antiguidade, compreendemos que a prática homossexual daqueles povos estava articulada diretamente a cultos ligados ao êxtase e a fertilidade, criando a prática  da prostituição ritual, abominável aos olhos de Deus.

Analisando por esta ótica, vemos claramente que estas passagens de Levítico, jamais fizeram qualquer menção negativa ao relacionamento de amor entre duas pessoas do mesmo sexo. O que as Escrituras condenam aqui são as práticas de prostituição cultual e “sagrada”, a violência, o abuso sexual e práticas de sexo contra a natureza, ou seja, privadas de amor e reciprocidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s